Mentira é falar que o filme é bom!

Crítica: Mentira Incondicional (2020)

Raiana Viana


O filme Mentira Incondicional (2020), que estreou no último dia 06/10 no Prime Vídeo, é uma das quatro produções da parceria entre a plataforma de streaming e da produtora de horror Blumhouse. Intitulada de “Welcome to the Blumhouse”, a parceira começa com o pé esquerdo, com um dos filmes mais idiotas do ano. 


A premissa do filme acompanha os pais de uma adolescente que tentam esconder o crime que a filha confessou ter cometido: o assassinato de sua melhor amiga.  Até aí tudo bem, não é das piores ideias. Mas é a partir do incidente, logo no início do primeiro ato, que tudo desanda. Nada parece real, as motivações da filha são completamente incompreensíveis e suas histerias completamente cansativas. As motivações dos pais não são boas o suficiente para criar qualquer tipo de empatia para que o espectador passe por cima das decisões extremante questionáveis que os dois tomam. 


As atuações são desleixadas, parece que todos estão sempre distraídos com alguma coisa, a não ser quando se é para tomar alguma atitude nada comum ao comportamento humano. Essa falta de rumo das atuações também tem relação com a direção mal arranjada do filme, que não consegue guiar os atores para todos os sentimentos envolvidos no conflito do enredo. Além disso, a duração não entrega a intensidade necessária para dar peso ao incidente principal, e nem em qualquer outro elemento do longa. O que era para ser um filme horror, acaba sendo um suspense, mas nem pra ser suspense serve, pois não gera qualquer tipo de apreensão e medo, não há criação de suspense algum. 


E para um enredo que já não apresentava lógica nenhum, o filme escolhe apresentar um plot twist que trata o espectador como idiota. Sério! Um dos piores plot twists dos últimos anos! E olha que tem muitas coisas igualmente ruins por aí, mas no caso de Mentira Incondicional, é uma piada! Uma piada que pode até fazer o espectador de fato rir, por não acreditar na palhaçada que acabou de acompanhar. Sem falar na cena final que é constrangedora! 


É um filme onde absolutamente nada funciona! É o combo de uma direção desleixada, atuações dispersas, um plot twist patético e um enredo pavoroso que coloca as personagens em decisões estupidamente irracionais.


Nota: 0/5 Lágrimas


22 visualizações

©2020 por Lacrymosa. Orgulhosamente criado com Wix.com